Categoria Capa

Informações sobre o tratamento contra o câncer com a terapia celular CAR-T

O Hemocentro de Ribeirão Preto foi escolhido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para ser responsável pelo projeto-piloto para o desenvolvimento de produtos de terapia avançada, voltados ao tratamento de pacientes portadores de leucemias e linfomas, com o uso de células CAR-T.

A terapia com células CAR-T é um dos tratamentos mais avançados da ciência no combate ao câncer. Por meio dele, as células de defesa do paciente são modificadas em laboratório para “aprender” a eliminar a doença. Depois, são recolocadas no organismo, potencializando a defesa natural do corpo.

O estudo de fase 1/2, com início previsto para o 2º semestre de 2023, incluirá 75 pacientes com leucemia linfóide aguda de células B e linfoma não Hodgkin de células B.

Clique aqui para saber também como vai funcionar o estudo clínico conduzido pelo Hemocentro RP.

Terapia experimental com células CAR-T alcança remissão em paciente com câncer há 13 anos

O portal G1 da Rede Globo​ traz uma reportagem sobre a terapia com células CAR-T no combate ao câncer, desenvolvida no Hemocentro de Ribeirão Preto​/CTC-USP e realizada em parceria com a Universidade de São Paulo​ e o Instituto Butantan​. A matéria conta a trajetória de Paulo Peregrino, um dos 13 pacientes que foram tratados com a terapia. Todos tiveram remissão de ao menos 60% dos tumores. A recuperação foi no Sistema Único de Saúde (SUS).

No segundo semestre, 75 pacientes devem ser tratados com as células CAR-T para o estudo clínico, após autorização da Anvisa. Atualmente, o tratamento só existe na rede privada brasileira, ao custo de ao menos R$ 2 milhões por pessoa.

O método tem como alvo dois tipos de cânceres: leucemia linfóide aguda de células B e linfoma não Hodgkin de células B.

Clique aqui e acesse também outras reportagens divulgadas na imprensa brasileira.

Uso clínico de células CAR-T é tema do “Por dentro da Pesquisa”

A série Por dentro da Pesquisa já abordou o estudo, a produção e o controle de qualidade das células CAR-T, agora chegou o momento do uso clínico no combate ao câncer. A médica do Hemocentro de Ribeirão Preto, Camila Dermínio Donadel, explica como é realizado o tratamento e os resultados alcançados até o momento.

Por meio desta terapia celular, as células de defesa do paciente são modificadas em laboratório para aprender a eliminar a doença. Depois, são recolocadas no organismo, potencializando o combate natural do corpo ao câncer. O objetivo do Hemocentro RP/CTC-USP é desenvolver um produto nacional e disponível para o Sistema Único de Saúde (SUS).

Fique atento às novas edições do Por dentro da Pesquisa! Os vídeos são publicados quinzenalmente, às sextas-feiras, nas mídias sociais do CTC-USP e no canal do YouTube do Hemocentro RP. Não perca as aulas ministradas pelos nossos pesquisadores, com conceitos e experiências nas áreas de terapia celular, oncologia, genética, bioinformática, hematologia, dentre outras.

Atenção profissionais de medicina! Nos ajudem nesta importante missão!

O Hemocentro de Ribeirão Preto é finalista do “2º Prêmio EURO Inovação na Saúde” e precisa do seu voto, profissional de medicina.

A pesquisa no combate ao câncer com células CAR-T já tratou 13 pacientes com Linfoma e Leucemia (LLA) refratários, os resultados são muito superiores as terapias convencionais. A nossa ideia é desenvolver um produto nacional e disponível para o Sistema Único de Saúde (SUS).

Esse prêmio ajudaria a continuidade da pesquisa, o estudo clínico, a aquisição de insumos e nosso objetivo de incorporar o tratamento ao SUS, beneficiando mais brasileiros.

Nosso projeto é o 621, ou você pode pesquisar pelo nome Diego Villa Cle. O título: “Linfócitos T com receptor de antígeno quimérico (CAR-T) para o tratamento de Linfomas e Leucemias”.

🎥 Assista ao vídeo sobre o estudo.

📱Compartilhe a informação com os colegas!

📌 Acesse aqui o site para votar! 

Dr. Dimas Covas aborda polo de tecnologia na saúde em Ribeirão Preto

O Prof. Dr. Dimas Covas, diretor-científico do Hemocentro de Ribeirão Preto e coordenador do Centro de Terapia Celular (CTC-USP), participou do programa “Mentoria Ribeirão” do Grupo Thathi de Comunicação, no dia 15 de maio. O tema em debate foi o desenvolvimento na cidade de um polo de tecnologia voltado para a área da saúde.

O Hemocentro RP atua em várias linhas de pesquisa, além da assistência, ensino e inovação. Em especial as que envolvem o estudo de células-tronco e suas aplicações no tratamento de doenças. O resultado deste empenho e dedicação são terapias mais eficientes, usando tecnologia de ponta, em benefício do cidadão.

Clique aqui para assistir o programa completo.

“Papo de Ciência” explica a citometria de fluxo: poderosa na descoberta dos fenômenos celulares

A citometria de fluxo é uma técnica que permite a análise e a separação celular com base em características físicas e moleculares. O procedimento tem potencial para coletar informações de milhões de células em questão de segundos.

A pesquisadora Izadora Peter Furtado, que integra o Laboratório de Transferência Gênica do Hemocentro de Ribeirão Preto, conversou com a equipe da Casa da Ciência sobre esse avanço no 5º episódio do podcast “Papo de Ciência”. A entrevistada é doutoranda do programa de pós-graduação em “Oncologia Clínica, Células-Tronco e Terapia Celular” vinculado à Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP-USP).

Assista abaixo o episódio! Para não perder as futuras edições assine o canal da Casa da Ciência no YouTube e ative as notificações no sininho.

Controle de Qualidade das células CAR-T é tema do “Por dentro da Pesquisa”

O terceiro encontro da série Por dentro da Pesquisa aborda a importância do Controle de Qualidade na produção das células CAR-T. Nos episódios anteriores aprendemos o potencial que essas células têm no combate ao câncer e como elas são desenvolvidas, agora a Dra. Evandra Rodrigues explica a necessidade do rigor no monitoramento dos diferentes processos desta recente tecnologia.

Fique atento às novas edições do Por dentro da Pesquisa! Os vídeos são publicados quinzenalmente, às sextas-feiras, nas mídias sociais do CTC-USP e no canal do YouTube do Hemocentro RP.

Não perca as aulas ministradas pelos nossos pesquisadores, com conceitos e experiências nas áreas de terapia celular, oncologia, genética, bioinformática, hematologia, dentre outras.

Canal Saúde da Fiocruz aborda projeto de terapia celular contra o câncer

O Prof. Dr. Rodrigo Calado, diretor-presidente do Hemocentro de Ribeirão Preto e pesquisador principal do CTC-USP, foi entrevistado pelo Canal Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no dia 08/05, no Boletim Ciência.

O tema da conversa foi o projeto de terapia celular para o tratamento de leucemias e linfomas, do qual a Instituição é pioneira no Brasil. O tratamento inovador que utiliza as próprias células de defesa do paciente é alvo de estudo clínico da Universidade de São Paulo (USP), do Instituto Butantan e do Hemocentro de Ribeirão Preto. O objetivo é oferecer o procedimento à população via Sistema Único de Saúde (SUS) nos próximos anos.

Assista a entrevista completa abaixo!

Comitê internacional da FAPESP visita as estruturas do CTC-USP e do Hemocentro RP

O Centro de Terapia Celular (CTC-USP) recebeu a visita do Comitê Consultivo Internacional da FAPESP formado pela pesquisadora americana Nancy Berliner, professora da Harvard Medical School, e do pesquisador alemão Hans-Jochem Kolb, professor da LMU Munich University Hospital, no dia 01/05, no Hemocentro de Ribeirão Preto. Os convidados realizaram uma avaliação da infraestrutura e das atividades promovidas nos últimos anos pela Instituição.

A abertura da reunião foi conduzida pelo Prof. Dr. Dimas Tadeu Covas, coordenador do CTC-USP, que falou sobre os avanços científicos conquistados pelo grupo, muitos deles saíram da bancada para o tratamento clínico de pacientes.

Na sequência o Prof. Dr. Rodrigo Calado, diretor-presidente do Hemocentro RP, realizou uma apresentação geral do trabalho nas áreas de pesquisa, inovação, educação e difusão, da iniciativa que integra há mais de 20 anos os CEPIDs da FAPESP.

Os membros do comitê também conheceram as estruturas do Núcleo de Terapia Avançada, Nutera-RP, que será responsável por produzir a terapia celular CAR-T em larga escala, e os outros laboratórios sediados no Hemocentro RP, como os Laboratórios de Oncologia, Biotecnologia e Transferência Gênica. Nesta terça-feira, 02/05, os pesquisadores internacionais visitam a unidade do Nutera em São Paulo.

Clique aqui para conferir todas as fotos do encontro.

A criopreservação das plaquetas pode salvar vidas! Saiba mais no podcast “Papo de Ciência”

As plaquetas são células importantes no processo de coagulação do sangue e fundamentais para quem precisa de uma transfusão para sobreviver. Após a doação, o componente dura apenas cinco dias fora do corpo humano! Por isso, a biomédica Letícia Sarni Roque se dedica ao estudo da criopreservação, uma técnica de congelamento de células e tecidos biológicos.

Ficou interessado? Esse é o tema do 4º episódio do podcast “Papo de Ciência”. A entrevistada, que integra o Laboratório de Controle de Qualidade do Hemocentro de Ribeirão Preto, conversou com a equipe da Casa da Ciência sobre os desafios da criopreservação e como a Instituição trabalha para aprimorar e garantir a qualidade das plaquetas armazenadas.

Assista abaixo o episódio! Para não perder as futuras edições assine o canal da Casa da Ciência no YouTube e ative as notificações no sininho.